MANIFESTO DE BIBLIOTECA DO GENEALOGISTA

A biblioteca cria-se para um acesso livre de todo o mundo. Projeto não-comercial. O objetivo de projeto - para reunir os livros usou em procuras genealógicas besplaty o acesso rápido a todos aqueles que se envolve em estudar da genealogia. Pode enviar o material ou a referência para ele e vai se acrescentar ao fundo da biblioteca. Em vai se introduzir em Autores da biblioteca.

O pedido de tomar parte no projeto tudo quem tem a literatura correspondente e a compreensão daquela combinação esforços e descobrimento dos materiais nós na troca receberá a sua quantidade maior não se compara.

Segundo todos os livros o termo de direitos autorais vencidos e os livros é a propriedade pública. No entanto o pedido de informar sobre a existência no sítio de arquivos que violam direitos autorais e direitos relacionados. Tais arquivos vão se retirar imediatamente da biblioteca.


BIBLIOTECA DO GENEALOGISTA
Arquivos em biblioteca: 2252

CATÁLOGO DE BIBLIOTECA

Principiante de conselhos

Conselhos aos genealogistas começam e não só...

Arquivos da Rússia. Bancos de dados

Arquivos federais. Sujeitos da Federação russa. Bancos de dados.

Mapas

Mundo, a Europa, a Rússia, regiões da Rússia, cidades da Rússia, a Austria, Avtraliya, a Nova Zelândia, a Nova Guiné, a Dinamarca, a Espanha, Giblartar, o Israel, Bandeiras do Mundo, Esquema do metrô e bondes, Coats de armas da Rússia

Listas dos lugares ocupados

Listas dos lugares ocupados com cartões

Pesquisas históricas

Livros sobre histórias de distritos, cidades e aldeias. Histórias de famílias.

Calendários de endereço e livros memoráveis

Auditorias e censuses

Livros de Pistsovy, contos de fadas de Revizsky, censo de População

Registros de nascimentos

Metrichesike do livro de igrejas e distritos

MANIFESTO DE BIBLIOTECA DO GENEALOGISTA

Manifesto no IFLA / biblioteca pública de UNESCO

Acesso a conhecimento
A liberdade, prosperidade, desenvolvimento da sociedade, bem como certos cidadãos, está entre valores humanos fundamentais. Tudo isso só consegue-se por uma possibilidade de cidadãos largamente informados de executar os direitos democráticos e desempenhar um papel ativo na sociedade. A participação frutuosa de cidadãos e o desenvolvimento da democracia dependem da recepção de educação satisfatória, e também do acesso livre e ilimitado a conhecimento, ideias, cultura e informação.
A biblioteca pública que abre um caminho ao conhecimento ao nível local é a condição integrante de assegurar o treinamento contínuo, a tomada de decisão independente e o desenvolvimento cultural de cidadãos e grupos sociais.
O Manifesto presente proclama a crença da UNESCO na biblioteca pública como uma fonte vivificante de educação, cultura e informação, como o instrumento importante da fortificação na consciência de pessoas de ideias da prosperidade mundial e espiritual.
Neste sentido a UNESCO incita corpos governamentais nacionais e locais a ajudar ao desenvolvimento de bibliotecas públicas e ativamente participar nesta atividade.

Biblioteca pública
A biblioteca pública é o centro local da informação na qual os leitores podem adquirir vário conhecimento.
A biblioteca pública fornece os serviços com base na igualdade do acesso de todos, independente de idade, corrida, um soalho, religião, uma nacionalidade, língua ou a posição social. Os serviços especiais e os materiais têm de fornecer-se a tais assinantes que por uma razão ou o outro não pode usar serviços habituais e materiais, por exemplo a representantes de minorias de língua, pessoas com deficiência, pacientes internados ou presos.
Os materiais que satisfazem as condições de todos os grupos de idade têm de guardar-se em fundos. Os estoques de biblioteca e os serviços têm de incluir todos os tipos de meios apropriados de informação, tecnologias modernas, e também materiais tradicionais. A qualidade que provê e a contabilidade de exigências locais e condições têm o valor supremo.
Os materiais têm de refletir tendências atuais e evolução da sociedade, e também os marcos principais da atividade humana. Os fundos e os serviços não devem expor-se a nenhuma censura ideológica, política ou religiosa, e também pressão comercial.

Tarefas de biblioteca pública
A biblioteca pública na atividade tem de guiar-se pelas seguintes tarefas-chave que concernem a informação, a distribuição de alfabetização, educação e cultura:
1. Formação e desenvolvimento de habilidades de leitura em crianças, desde primeira idade;
2. Suporte a educação individual e independente, e também educação formal em todos os passos;
3. Criação de condições de desenvolvimento criativo da personalidade
4. Desenvolvimento de imaginação e capacidades criativas em crianças e os jovens;
5. Estimulação de interesse em patrimônio cultural e a realizações de arte, ciência e inovações;
6. Asseguração de acesso a produção cultural de todos os tipos de artes artísticas;
7. Desenvolvimento de diálogo transversal cultural e encorajamento de diversidade cultural;
8. Preservação de tradições orais;
9. Asseguração de acesso de cidadãos a todos os tipos de informação pública;
10. Dando os serviços de informações correspondentes às empresas locais, associações e círculos;
11. Ajuda a desenvolvimento de informação e habilidades de alfabetização de computador;
12. Suporte de atividade e a programas de distribuição de alfabetização, bem como participação neles, entre todos os grupos de idade e expansão, em caso de necessidade, tal atividade.

Financiar, legislação e redes
A biblioteca pública normalmente fornece os serviços livre de despesas. A biblioteca pública submete-se a autoridades nacionais e locais. A sua atividade define-se pela legislação especial e financia-se por autoridades locais e nacionais. A atividade da biblioteca pública é um componente importante de qualquer estratégia de longo prazo no campo da cultura, fornecendo a informação, a distribuição de alfabetização e educação.
Para fornecer a coordenação de biblioteca interestadual e a cooperação, é necessário fornecer a criação de uma rede nacional de bibliotecas e dando-lhe suporte na legislação e planos estratégicos com base nas normas coordenadas da interpretação de serviços.
A rede de bibliotecas públicas tem de criar-se considerando nacional, regional, pesquisa e bibliotecas especiais, e também bibliotecas em escolas, colégios e universidades.

Atividade e gestão
É necessário formular as tarefas de definição de política exatas, prioridades e serviços que consideram exigências públicas locais. É necessário prover a organização eficaz do trabalho da biblioteca pública e apoiá-la ao nível profissional.
Também é necessário ajustar a cooperação com os parceiros correspondentes, por exemplo grupos de usuários e outros peritos, no habitante local, regional, nacional, e também níveis internacionais.
Os serviços têm de estar fisicamente disponíveis para todos os membros da sociedade. Por isso, a biblioteca tem de localizar-se convenientemente e ter boas salas de leitura e ocupações, equipa-se tecnicamente e trabalhar a tempo, conveniente para usuários. Supõe-se que também tem de fornecer serviços àqueles usuários que não podem visitá-la.
A biblioteca tem de construir o trabalho que considera várias exigências da população que vive em rural e áreas urbanas.
O bibliotecário é o intermediário ativo entre usuários e fontes. A educação vocacional e contínua do bibliotecário é a condição integrante de assegurar serviços adequados.
É necessário executar os programas do treinamento de usuários que os ajudam a usar todas as fontes.

Implementação do manifesto
A UNESCO insistentemente chama chefes aos níveis locais e nacionais, todos os funcionários de biblioteca nos países diferentes do mundo para executar os princípios afirmaram neste Manifesto.

O Manifesto presente prepara-se em conjunto com a Federação internacional de associações de biblioteca e instituições (IFLA).

Mais do que em 20 línguas é possível estudar textos do Manifesto no site web IFLA
http://www .ifla.org/VII/s8/unesco/manif.htm




Publicidade no site